5S – Como implementar 5s na minha fábrica?

5S – Como implementar 5s na minha fábrica?

Ao buscar pela melhoria contínua nos processos industriais, é comum que as empresas cruzem com algumas metodologias já conhecidas como o PDCA. Uma delas é o 5S, famosa estratégia de melhoria oriental que ganhou o mundo pela sua eficiência. Hoje, ela é uma das preferidas de várias empresas por, justamente, organizar o ambiente fabril. E você, que tal aprender a implementar 5S na sua fábrica e melhorar sua execução?

Implementar 5S

Em sua essência, ao implementar 5S, sua empresa busca algo além de meros resultados. Na verdade, a técnica de gestão propõe uma verdadeira transformação comportamental no seu time.

Trata-se de aumentar a conscientização acerca dos seus arredores, procurando compor o melhor ambiente para um trabalho produtivo.

Certo, para quem não está familiarizado com o conceito, talvez esse conceito não pareça eficiente. Afinal, como é possível que implementar 5S vá causar tamanha mudança no chão de fábrica?

Pois há provas de que ele é eficiente.

Uma fabricante de automóveis da Romênia implementou o 5S em sua cadeia produtiva e observou melhorias significativas em seu nível de produtividade. Na verdade, segundo estudo que analisou o caso, todos os objetivos traçados ao planejar a adoção da metodologia foram alcançados.

Com isso, em curto prazo, a fabricante transformou seu chão de fábrica: após implementar 5S, ele se tornou mais limpo, mais organizado e sistematicamente mais eficiente.

E então, que tal entender mais sobre esse conceito de gestão e como implementá-lo aí, na sua empresa? É uma chance incrível de melhorar sua produtividade. Confira!

O que é 5S?

O 5S é um programa de gestão corporativa que nasceu no Japão. Ele surgiu após a segunda guerra mundial, em um cenário de país devastado pelo conflito. Assim, a solução para sair da crise era a produtividade — porém, que fosse bem executada.

Inclusive, o nome “5S”, tem a ver com 5 palavras-chave japonesas relacionadas aos pilares do gerenciamento de processos. São elas:

  • Seiri | Senso de Utilização

  • Seiton | Senso de ordenação

  • Seiso | Senso de limpeza

  • Seiketsu | Senso de saúde e padronização

  • Shitsuke | Senso de disciplina e autodisciplina

É necessário conhecer os 5S’s, pois eles realmente norteiam a aplicação da metodologia de gestão. Como é possível ver, ela busca atuar tanto na organização do setor, como nos comportamentos daqueles que fazem parte dos processos produtivos dele.

Ao implementar 5S e seguir seus preceitos, a tendência é que a empresa veja maiores níveis produtivos nos processos.

Na prática, isso significa que os setores que adotaram a metodologia passaram a ser mais cuidadosos, transparentes, organizados e limpos.

Quais os benefícios de implementar 5S na sua empresa?

Além de otimizar o ambiente produtivo das empresas, ao implementar 5S é possível identificar uma melhoria significativa na organização do espaço como um todo. Esse fator é especialmente importante para fábricas e indústrias, que constantemente batalham para reduzir os atritos em suas cadeias produtivas.

Ou seja, correta organização de materiais, equipamentos, disposição de maquinário ou de computadores em um escritório, bem como dos times.

Essa intervenção ocasiona um uso mais inteligente do espaço e, também, dos recursos industriais. Assim, trata-se de um pontapé inicial bastante promissor para repensar rotinas produtivas emperradas dentro da empresa, tornando o fluxo de entregas melhor e mais eficaz.

No fim das contas, implementar 5S significa aumentar o desempenho produtivo da organização pelo simples ato de classificar e organizar as coisas, o que também reduz os desperdícios.

Além disso, o 5S coopera para: 

  • Melhorar a qualidade dos produtos e serviços;

  • Servir de base para implementação de metodologias de gestão e de qualidade complementares;

  • Na indústria, auxilia a estabelecer melhores rotinas de manutenção e lubrificação industrial;

  • Servir de lupa para identificação de pontos de melhoria em todo processo;

  • Prevenir acidentes de trabalho;

  • Ajuda os setores a organizarem melhor suas rotinas, como o alinhamento de tarefas de lubrificação industrial de forma eficaz e que não gere desperdícios.

Como implementar 5S na fábrica?

Entre todos os setores que é possível implementar 5S, talvez o de maior destaque seja a fábrica. Sem uma noção firme de gestão é muito fácil testemunhar a decadência do setor produtivo como um todo.

Na indústria, esse é uma realidade ainda mais urgente. Afinal, o chão de fábrica é o coração da empresa, responsável por seus ganhos. Otimização, organização e eficiência portanto são os pilares de uma cadeia produtiva bem gerenciada.

Portanto, entender como implementá-la é o primeiro passo para o sucesso. Confira mais:

1# Entenda o andamento dos processos atuais, seus pontos positivos e negativos

Entender o dia a dia do seu chão de fábrica é o pontapé inicial para implementar 5S com máximo sucesso. Observe questões principais de cada execução:

  • Qual a rotina de produção da fábrica?

  • O que cada setor faz e quanto tempo em média leva?

  • Quais os fatores que emperram ou atrasam o melhor tempo de execução?

  • Quais práticas mais exigem atenção e cuidados?

  • O layout do chão de fábrica coopera para máximo desempenho produtivo?

  • Como é desenvolvida a rotina de manutenção preditiva, preventiva ou corretiva?

  • E qual o trato acerca da lubrificação industrial?

O objetivo ao responder perguntas como essas é entender os gargalos que marcam seu processo. Assim, com eles no papel, é mais fácil encontrar soluções eficazes e assertivas.

2# Treinamento e engajamento de toda equipe

Implementar 5S é uma tarefa que depende de todos os envolvidos, não apenas dos gestores ou responsáveis pela segurança do trabalho.

Cada um deve entender os seus afazeres, bem como suas responsabilidades acerca da organização e limpeza de seu local de trabalho.

A nova política deve ser clara — explicando os benefícios produtivos (e financeiros, se sua empresa puder) de aderir ao programa.

3# (Re)organize o ambiente

Outro processo que depende da participação de todos, chegou a hora de organizar todo o ambiente. É um processo de mão na massa, onde tudo é retirado das gavetas e armários e aquilo que não for essencial deve ser descartado (reciclado, reutilizado em outros processos, etc).

O resto você deve reorganizar de forma a deixar mais prático para o seu dia a dia, facilitando seu uso. Uma boa tática é etiquetar o máximo de coisas, identificando cada equipamento.

4# Defina uma organização de processos

Uma vez que os itens estejam organizados, é hora de escolher responsáveis para fiscalizar e padronizar essa reorganização. Eles podem ser auxiliados por fluxogramas, manuais, cronogramas de atividades, etc. O importante é estabelecer um padrão.

5# Monitoramento

Depois de todo trabalho, é preciso manter as coisas alinhadas e definir uma rotina, certo? Afinal, a aplicação de uma metodologia não acontece do dia para a noite. Por isso, auditorias de conformidade são sempre bem-vindas, bem como dias específicos que marquem uma reorganização geral dos setores.

Assim, é possível “oxigenar” a fábrica de maneira constante, acentuando sua limpeza e organização. No fim das contas, cria-se uma filosofia de trabalho que coopera para melhores resultados — um cenário incrível, onde todos ganham!

E então, que tal aprender mais sobre métodos e conferir como elaborar um plano eficaz de lubrificação industrial? Aqui no blog, te ensinamos passo a passo. Confira!

Deixe um comentário